Cartão clonado: o que fazer?

Autor(a):

O que fazer se o cartão de crédito for clonado?

Geralmente os casos ocorrem da mesma forma: a vítima recebe, pelo celular, uma notificação de compra realizada, sendo que ela não gastou, na verdade, nada com o plástico.

O valor, que costuma ser alto, assusta – e deixa praticamente claro que o seu cartão de crédito foi clonado por alguém.

Atualmente este é um problema bastante recorrente, para se ter uma ideia, milhões de brasileiros passam por essa situação a cada ano.

Isso leva ao ponto de, por questões de segurança, alguns bancos estarem emitindo seus plásticos sem números, como é o caso do Credicard On, do Itaú.

O cliente, então, deve utilizar o cartão virtual para fazer suas compras online com mais segurança.

Mas enfim, vamos entender exatamente o que é o cartão clonado – e como proceder para prevenir-se de golpes ou, ainda, o que fazer caso esteja sendo, nesse exato momento, mais uma vítima desse tipo de crime.

Índice

O que significa clonar cartão?

Basicamente, consiste em copiar os dados do cartão de crédito (ou até mesmo débito) de terceiro(s) e utilizá-los como se fossem seus, realizando compras através deles.

Como evitar que o meu cartão seja clonado por terceiros?

  • Não divulgue os números de seu card para terceiros. Eles são exclusivamente seus;
  • Caso faça compras online em que deverá expor tais números para realizar a transação, certifique-se de que o site é confiável;
  • A mesma lógica vale para aplicativos: não exponha seus dados se não forem confiáveis!
  • Não clique em links que recebe por email, Whatsapp e outras mídias sociais que sejam minimamente suspeitos;
  • Ao comprar em lojas físicas, tome o cuidado de não expor seu plástico para outras pessoas, que podem copiá-lo até mesmo filmando / tirando fotos do seu cartão para usá-lo depois;

Golpes na pandemia

Em época de pandemia por COVID-19, esse tipo de problema aumentou muito no Brasil.

Os golpes se tornam cada vez mais frequentes, alguns exemplos que encontramos na rede social Twitter:

  • Criminosos que pedem os dados do cartão da vítima para realizarem o teste de COVID-19 online (o que, por sinal, é impossível de ser feito);
  • Pessoas de má índole que pedem pras pessoas enviarem dados do plástico por “curiosidade”.

Ademais, veja abaixo alguns casos encontrados de ontem pra hoje:

Tentativas de golpes do cartão de crédito pelo Twitter. Estas ocorrem frequentemente em todas as mídias sociais.

O que fazer se o cartão de crédito for clonado?

Faça, imediatamente, o bloqueio do seu plástico.

Geralmente realiza-se esta ação pelo aplicativo do banco associado ao mesmo, mas você poderá, também, ligar para a instituição financeira solicitando tal bloqueio.

Caso faça a ligação, aproveite e reporte o problema.

Enfim, entre em contato com a emissora ou administradora do plástico para relatar a situação, informando que não reconhece as compras que foram feitas com seu card.

Muito provavelmente, então, haverá o cancelamento do cartão de crédito, bem como o estorno do valor descontado.

Um novo plástico também poderá ser solicitado pelo usuário.

Sim! Clonar cartão é crime!

Se você não é a vítima e sim o praticante dessa atividade (ou que pretende praticar), saiba que está infringindo a lei.

De acordo com este artigo do JusBrasil, fraudes com cartões de crédito e/ou débito subtraídos ou clonados caracterizam furto mediante fraude.

Neste outro aqui, fica claro que clonar cartão de crédito e débito é o mesmo que falsificar documento, podendo levar o criminoso a anos de reclusão e multa.

Conclusão

Evite ser mais uma vítima desse tipo de prática que atinge cada vez mais pessoas no Brasil, sobretudo pela ingenuidade e falta de conhecimento das mesmas acerca de como proteger o seu cartão e dados pessoais.

Utilize cartão virtual para comprar pela internet, apague-os e gere novos pelo aplicativo do banco / fintech / instituição financeira em geral, caso suspeite que a segurança do mesmo possa estar em risco.

Avalie, também, a possibilidade de usar cartões pré-pagos para compras online, estes possuem um limite de crédito determinado pelo usuário, tenha menos dinheiro exposto pode evitar que, caso seu cartão seja clonado, compras grandes possam ser feitas por terceiros.

No entanto, caso tenha passado recentemente por esse tipo de experiência, fique tranquilo! Converse com seu banco e o problema certamente terá grandes chances de ser resolvido.

Ademais, muitos também, incrivelmente, procuram aplicar esse tipo de golpe e pesquisam como clonar cartão pela Internet.

Para estes, esperamos ter deixado claro, nesse artigo, que tal prática é ilegal, podendo resultar em sérias penas por descumprimento da lei.

2 comentários em “Cartão clonado: o que fazer?”

Deixe um comentário

error: Content is protected !!